terça-feira, 16 de junho de 2015

Lançado na CLDF o selo de qualidade em terceirização

0
As entidades ligadas a condomínios e os prédios residenciais e comerciais do DF comemoraram nesta quinta-feira (11), à tarde, o lançamento oficial do “Selo de Certificação e Qualidade”, como instrumento de diferenciação das empresas de boa índole e reputação no setor de serviços.

A solenidade de oficialização do selo de qualidade – realizada pela Associação das Empresas Prestadoras de Serviços para Condomínios e Mercado Privado do Distrito Federal e Entorno (Asprecon), em parceria com a Associação de Síndicos e Subsíndicos do Distrito Federal e Região Metropolitana (Assosíndicos/DF), o Sindicato dos Condomínios Residenciais e Comerciais do Distrito Federal (Sindicondomínio-DF) e Sindicato dos Trabalhadores em Imobiliárias e Condomínios do DF (Seicon-DF), e apoio da Câmara Legislativa e do Banco Regional de Brasília (BRB) – aconteceu no auditório da CLDF. O cerimonial foi realizado pelo jornalista Fred Ferreira.

O evento contou com a participação da vice-presidente da CLDF e deputada distrital, Liliane Roriz; do presidente do Sindicondomínio-DF, José Geraldo Pimentel; da diretora de distribuição e vendas do BRB, Kátia de Queiroz; do presidente da Assosíndicos-DF, Paulo Roberto Melo; do presidente da Seicon-DF, Afonso Lucas Rodrigues; do presidente da Vale Shop, Marconi de Souza; do presidente do Creci-DF, Hermes de Alcântara; e o presidente da Asprecon, Carlos Alexandre Hoff.

O presidente da Asprecon, Alexandre Hoff, reforçou, em seu discurso, o entendimento entre setores que nunca estiveram do mesmo lado. “Não comemoramos o simples lançamento de um selo de qualidade, mas a união de dois setores, antes rivais, em prol dos 80 mil trabalhadores que prestam serviços para mais de 10 mil condomínios no DF, pondo fim a inúmeros processos judiciais e trazendo segurança jurídica a todas as empresas, condomínios e trabalhadores”, declara o empresário.

Segundo informações da Asprecon, aproximadamente 15 empresas já estão na fila para o recebimento do selo, cuja função primordial é informar aos contratantes sobre as empresas que dispõem de estrutura e perfil para executarem serviços de qualidade, proporcionando aos clientes maior segurança no momento da contratação dos serviços terceirizados.

“Qualidade nunca é demais. Que síndico não se sente muito mais confortável em ter no condomínio que coordena, um serviço terceirizado de qualidade e que já na contratação de uma empresa, tenha a garantia de um selo de qualidade destes serviços? E que trabalhador que não quer a garantia de que esteja trabalhando em uma empresa séria, que irá pagar seu salário direitinho, que vai recolher seus impostos com responsabilidade e que vai garantir o direito desses trabalhadores de forma honesta e séria?”

“Dar esta garantia aos síndicos é uma atitude de extrema importância e que mostra a responsabilidade dos sindicatos e da associação em garantir qualidade nos serviços que oferecem no mercado. Mas o selo de qualidade, é bom lembrar, vai além disso, uma vez que os empregados das empresas também são beneficiados. Tenho certeza que todos esses trabalhadores se sentem aliviados e mais confortáveis a partir de agora com essa atitude de garantir que o trabalhador também tenha assegurada a qualidade do seu ambiente de trabalho, de seu salário e de seus benefícios é muito importante e merece destaque”, explicou a parlamentar. “Afinal, estamos falando de emprego, que nos dias de hoje, é uma das grandes, senão a maior preocupação de qualquer brasileiro”, ressaltou Liliane.

O selo garante que as empresas que quiserem se certificar, passem por um rigoroso sistema de análise dando mais segurança para quem trabalha e para quem contrata. Isso, sem falar que as empresas que tiverem o selo estarão num nível acima das demais o que demonstram credibilidade, saúde financeira e não precarização da qualidade dos serviços, conforme explicou Alexandre Hoff, diretor presidente da Asprecon.
A deputada ressaltou ainda que “na cidade onde grande parte dos empresários estão focados em buscar o governo para manterem seus contratos mais rentáveis, ter empresas que estão focadas no setor privado é extremamente importante”. “Saber que a maioria das empresas da Asprecon são focadas no mercado privado, que não dependem de contratos com o governo, mostra que a nossa economia pode muito bem girar por si só, e que nem todos estão só preocupados em ganhar dinheiro público. Isso é muito relevante”, finalizou Liliane.

Estão aptas a buscar a certificação as empresas associadas à Asprecon, ou que se associem e concordem em implementar um plano de melhorias, aceitando vistorias sempre que necessário. “Serão realizadas analises documentais e, também, in loco, verificando as estruturas destas empresas e o andamento dos serviços vigentes, tudo em busca da qualidade”, garante Alexandre Hoff.


Fonte: Redação.
Author Image

About Renata Chimiti
Soratemplates is a blogger resources site is a provider of high quality blogger template with premium looking layout and robust design

Nenhum comentário:

Postar um comentário